pc@paulopneumo.com.br    |   

Perguntas e respostas sobre o câncer de pulmão

O câncer de pulmão é o segundo mais comum entre homens e mulheres brasileiros, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). No mundo, ele é o mais comum e o que tem a maior taxa de mortalidade. Cerca de 13% dos novos tumores diagnosticados são pulmonares.

Como surge o câncer de pulmão?

O processo de surgimento do câncer de pulmão começa com o crescimento desordenado de células “danificadas”, anormais e doentes graças a uma agressão prolongada ao aparelho respiratório. Em 80% dos casos, essa agressão vem do tabagismo, seja do fumante ou de quem convive com um. Essas células danificadas começam a crescer e que podem se espalhar pela corrente sanguínea e chegar a outros órgãos, fenômeno que chamamos de metástase.

Quais são os sintomas? Quando procurar ajuda médica?

O tumor pulmonar tem sintomas muito parecidos com outras doenças respiratórias, o que pode acabar atrapalhando o diagnóstico. O paciente pode apresentar tosse prolongada (mais de 2 meses), dor torácica sem causa aparente, catarro com sangue, falta de ar persistente ou acentuação da falta de ar e chiado no peito.

Ao apresentar qualquer um desses sintomas, é fundamental procurar ajuda médica imediatamente, sobretudo se o paciente for fumante. Se diagnosticado em estágios iniciais, o câncer de pulmão tem maiores chances de cura.

Como é o tratamento?

Com o diagnóstico confirmado, o médico irá avaliar o tipo histológico e se a doença se espalhou pelo corpo ou não. O tratamento pode ser cirúrgico (removendo o tumor ou parte dele), com uso da quimioterapia e da radioterapia, ou das duas combinadas. O tratamento do câncer envolve uma equipe multidisciplinar, como pneumologista, oncologista, cirurgiões, radioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas e psicólogos.

Fonte: Medical Site

Agende sua consulta!