pc@paulopneumo.com.br    |   

Os tipos de câncer de pulmão

Originado de células que revestem os brônquios e outras partes do próprio pulmão, como bronquíolos e alvéolos, o câncer de pulmão é um dos tipos mais comuns e perigosos, especialmente entre homens e mulheres que fumam. Outras causas para o desenvolvimento deste tipo de tumor incluem fumo passivo, exposição a determinadas toxinas e histórico familiar.

Os sintomas incluem tosse (às vezes com sangue), dor peitoral e perda de peso. Os tratamentos podem combinar cirurgia, quimioterapia, radioterapia, terapia e imunoterapia - devendo ser realizado o quanto antes, pois oferece alto risco de metástase para outras partes do corpo.

Classificação

O câncer de pulmão se divide em dois tipos principais, ambos tratados de maneira diferente, pois têm características próprias de crescimento e disseminação. Veja:

Pequenas células: presente em 10 a 15% dos casos, é o tipo mais agressivo, pois geralmente cresce e se dissemina rápido, além de ter maior probabilidade para recidivas. A vantagem é que esse tipo tende a responder bem aos tratamentos quimio e radioterápicos.

Não pequenas células: presente em 80 a 85% dos casos, é o tipo mais comum e se divide em mais três subtipos.

Adenocarcinoma - responde por cerca de 40% dos cânceres de pulmão. Normalmente encontrado em áreas externas do órgão, tem crescimento mais lento e melhor prognóstico que outros tipos, pois geralmente são diagnosticados mais cedo. Como é o tipo mais comum, acomete principalmente fumantes e ex-fumantes, mulheres e jovens.

Carcinoma espinocelular - responde pela média de 20% a 30% dos cânceres de pulmão e normalmente é encontrado no centro do órgão, perto dos brônquios. Também relacionados ao tabagismo, são tumores que nascem nas células epidermoides, que revestem o interior das vias aéreas. 

Carcinoma de grandes células - responsável por 10 a 15% dos cânceres de pulmão de não pequenas células. Surge em qualquer parte do órgão e tem crescimento e disseminação bem rápidos, o que dificulta ainda mais o tratamento.

Outras classificações

Além dos dois tipos principais, outros tipos de tumores podem acometer os pulmões. São eles: carcinoides, adenoides císticos, linfomas e sarcomas, hamartomas - todos pouco frequentes e, normalmente, de crescimento lento.

Há, ainda, o risco do pulmão ser acometido por metástases de cânceres originados em outros órgãos, como pâncreas, mama, rim ou pele. Nesses casos, os tumores são tratados no local de origem e não devem ser considerados cânceres de pulmão.

Fonte: Medical Site

08 de Outubro de 2020

Agende sua consulta!